Home / Depilação / Saiba Tudo Sobre a Remoção de Pelos Através da Eletrólise

Saiba Tudo Sobre a Remoção de Pelos Através da Eletrólise

A eletrólise é a prática da epilação permanente dos pelos humanos. Na eletrólise é inserida uma fina sonda metálica em cada folículo de pelo, sem ter de cortas a pele. Após uma boa inserção da sonda metálica no folículo é enviada eletricidade que irá danificar as zonas de crescimento do pelo.

Modalidades da Eletrólise

A eletrólise pode ser feita de 3 modos, através de aclaramento cáustico (método galvânico), sobreaquecimento (termólise) ou ambos (combinação de ambos os métodos).

Cada um destes métodos ou modalidades de eletrólise têm os seus benefícios e não há um método melhor que outro. O sucesso da eletrólise depende da habilidade profissional da eletrólise, do tipo de pelo a eliminar, a condição da pele e a capacidade de suportar a dor do cliente.

Os três métodos de eletrólise quando bem feito irão destruir as matrizes celulares deixando os folículos de pelo incapazes de reconstruir os pelos.

Método de Eletrólise Galvânica

O método galvânico foi reportado na literatura médica por um oftalmologista em 1875 que aplicou o método na remoção de pestanas encravadas em doentes com triquíase.

Um epilador galvânico é essencialmente composto por um grampo positivo que envia entre 0-3 miliamperes através do corpo. A sonda folicular é o cátodo de uma célula eletrolítica. No cátodo forma-se hidróxido de sódio provocado pelo processo de eletrólise ao eliminar as células da matriz de pelo. Os epiladores galvânicos modernos ajudam automaticamente a voltagem para manter uma corrente constante.

Método de Eletrólise Termólise

A termólise é um método de radiofrequência, ondas curtas. Foi desenvolvida em 1920 altura em que foi relatada na literatura médica.

Um epilador de termólise é basicamente um radiotransmissor com um output de 0-8 watts a uma frequência de 13.56MHz. A energia de radiofrequência é emanada pela sonda 1 milímetro abaixo da pele. A termólise resulta na eliminação dos folículos de pelo ao aquecer as matrizes células até 48ºC, levando a uma eletrocoagulação.

Método de Eletrólise Combinado

A eletrólise galvânica e a termólise costumam ser combinadas, tendo sido um método usado pela primeira vez em 1948. Assim ao usar tanto a radiofrequência como a corrente direta consegue obter os melhores benefícios de ambos os métodos.

Técnica de Eletrólise

O profissional seleciona uma sonda metálica que entre facilmente no folículo de pelo, normalmente com o mesmo diâmetro do pelo ou mais pequeno. Para todas as modalidades de eletrólise pode ser usada uma sonda compreendida entre 50 a 150 µm (0.002 a 0.006 polegadas).

A sonda é inserida na matriz do pelo, ou na papila dérmica, onde se formam os pelos através das células mitóticas e queratinizadas. Inicia-se o procedimento com a potência e a duração da eletricidade no valor mínimo, aumentando gradualmente até o pelo sair facilmente. Se o doente experienciar algum desconforto é possível reajustar os parâmetros da eletrólise.

Duração do Tratamento de Eletrólise

A maioria dos profissionais que executam a eletrólise avisa que a remoção do padrão dos pelos faciais masculinos pode demorar entre 1 a 4 anos, estando a média do tratamento em 2 anos.

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks :Ad Views : Ad Clicks :Ad Views : Ad Clicks :Ad Views : Ad Clicks :Ad Views : Ad Clicks :Ad Views : Ad Clicks :Ad Views : Ad Clicks :Ad Views :